MENU
(43) 3339-7199

Releases

Sicredi União PR/SP incentiva energia renovável e gera economia de R$ 1,8 milhão

Diante da grave crise hídrica e preço alto da energia no Brasil, muitos estão optando por investir em energia solar, movimento que reflete na procura por financiamento para implantação dos projetos. A cooperativa de crédito Sicredi União PR/SP já financiou, por meio do programa Energia da União, mais de 1,9 mil projetos de energia solar, totalizando a instalação de 55.000 módulos, em pouco mais de um ano. Somados, o módulos alcançam uma economia mensal de  R$ 1,8 milhão em energia elétrica, por meio da geração de mais de 2 milhões de kWh/mês de energia limpa – números bastante significativos especialmente no contexto atual, em que o risco de apagão devido aos baixos níveis dos reservatórios não está descartado.

A gerente regional Norte da cooperativa de crédito, Carla Sonoda, destaca que o Energia Limpa pratica taxa de juros acessível, o que tem incentivado os associados a optarem pela implantação de placas fotovoltaicas. Mas o programa vai além: ele incentiva a contratação de serviços de empresas locais e também repassa parte dos valores financiados para o programa educacional da cooperativa – o União Faz a Vida. Desde setembro do ano passado, quando o programa foi lançado, a Sicredi União PR/SP concedeu mais de R$ 21,6 milhões em crédito para a instalação de sistemas de energia renovável.

“Para incentivar pessoas físicas e jurídicas a investir em sustentabilidade, a Sicredi União PR/SP oferece taxa de juros a partir de 0,49% mais CDI ou 0,85% ao mês, com pagamento em até 60 meses. Para usufruir da taxa diferenciada, é preciso adquirir o sistema de empresas locais: são 245 fornecedores credenciados na cooperativa. Em contrapartida, os fornecedores destinam um percentual de cada projeto ao programa A União Faz a Vida (PUFV), que atende 56 mil crianças e adolescentes de 74 municípios. Com isso, o programa que disponibiliza uma metodologia para incentivar o protagonismo na aprendizagem já recebeu mais de R$ 425 mil”, esclarece a gerente. O programa contribui ainda com quatro das 17 ODS ( Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A empresária Andreia Bonin, administradora na Bonin Transportes, com sede em Centenário do Sul, contratou o financiamento e já colhe resultados. Segundo ela, o investimento foi feito ano passado. “Tínhamos um consumo de energia de R$ 1.500,00/mês. Hoje, é de R$ 400,00”, comenta.

Projeto rende premiação a colaboradora

O projeto Energia da União rendeu uma premiação internacional à colaboradora da cooperativa Ana Maria Marvulle Goffredo. Ela foi selecionada no World Council Young Credit Union People (WYCUP), promovido pelo Woccu (Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito, na tradução da sigla em inglês). Ela ganhou uma bolsa de estudos e participará da Conferência Mundial das Cooperativas de Crédito em Glasgow, na Escócia, ano que vem..

O WYCUP tem como objetivo reconhecer jovens lideranças por contribuições significativas às suas comunidades e cooperativas de crédito e que têm potencial de causar impacto global. No mundo, 12 jovens foram selecionados pelo programa, dos quais apenas cinco são brasileiros - todos representando o Sistema Sicredi. No total, foram inscritos projetos de 13 países.

“Cadastrei minha trajetória pessoal e profissional e como case apresentei o ‘Energia da União’, que promove um círculo virtuoso e tem apresentado grandes resultados. É um projeto liderado por mim e construído por muitas mãos, e estou honrada e orgulhosa do trabalho que fizemos, juntos. A Sicredi sempre apostou nos jovens, para que pensem ‘fora da caixa’ e desenvolvam projetos relevantes, fomentando o intraempreendedorismo, e esse reconhecimento é o resultado de tudo isso”, destaca a colaboradora. Ana Maria é mestre em Economia pela Universidade de São Paulo (USP).

 

Cliente: Sicredi União PR/SP

voltar