MENU
(43) 3339-7199

Releases

Programa A União Faz a Vida contribui com avanços no Ideb de escola de Londrina

O resultado do Ideb – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – divulgado este ano trouxe boas novas para escolas municipais de Londrina, mas uma em especial tem motivos a mais para comemorar. A Escola Municipal Professor Carlos Zewe Coimbra, localizada no Jardim Marabá, foi a que apresentou o maior crescimento dos últimos anos.  Saiu de 3.2 em 2011; alcançou 5.6 em 2013; 6.0 em 2015; e fechou com 7.5 em 2017.

Diretora da escola há oito anos, Adriana Fátima Gonçalves Machado atribui o resultado a um somatório de fatores e um deles é o funcionamento efetivo do Conselho de Classe, espaço em que são discutidos os problemas e dificuldades de cada aluno e encaminhadas soluções de forma individualizada. “Para a gente atingir esse resultado o principal é conhecer cada aluno”, diz ela.

Outro fator enaltecido pela diretora é o programa “A União Faz a Vida”, criado e mantido pelo Sicredi, e que começou a operar na escola em 2012. O objetivo do programa é promover a cooperação e a cidadania, por meio de práticas de educação cooperativa, contribuindo com a educação integral de crianças e adolescentes. Por meio de uma metodologia de projetos, os estudantes deixam o papel de receptores de conhecimento e tornam-se protagonistas do processo de aprendizagem.

“A União Faz a Vida representa uma mudança de metodologia e é interessante que também mexe com a autoestima dos alunos e dos professores”, comenta a diretora. Ela ressalta o comprometimento dos professores e a empolgação deles com as atividades que aplicam junto com os alunos.

A proposta do programa foi  construída a partir de exemplos internacionais e da parceria com o Centro de Desenvolvimento e Pesquisa sobre Cooperativismo da Universidade do Vale do Rio do Sinos (Unisinos – São Leopoldo/RS). Os projetos cooperativos são desenvolvidos pelos alunos nas escolas, com o apoio de educadores, pais e da comunidade.

As expedições investigativas são o ponto de partida da metodologia do Programa. Com a participação de educadores, os estudantes percorrem os locais onde vivem, rompendo os limites da escola. A partir disso, são definidos os temas que serão trabalhados em sala de aula, alinhados ao currículo escolar e com a comunidade de aprendizagem. E começa a ser construída, de forma colaborativa, uma nova maneira de ver o mundo e de agir coletivamente.

O Programa A União Faz a Vida também promove a formação continuada dos educadores, por meio de encontros orientados pelas assessorias pedagógicas e intensificadas, no universo educacional do município, com as práticas de cooperação e cidadania. A proposta está alicerçada em uma rede de compromisso atuante, formada pelo Sicredi, prefeituras, assessoria pedagógica e apoiadores e pela comunidade.

Para o diretor-executivo da Sicredi União PR/SP, Rogério Machado, a instituição financeira cooperativa tem grande desafio de apoiar a educação e valorizar os professores para atender ao propósito da cooperativa de desenvolver a comunidade onde atua. “Se quisermos desenvolver uma sociedade mais justa precisamos apoiar a educação, que é o único caminho que acreditamos ser possível para transformar o mundo”, disse. O programa, na sua avaliação, só dá certo onde há uma verdadeira parceria com os professores, “que são os grandes agentes de transformação”.

O presidente da cooperativa, Wellington Ferreira, destaca que o objetivo da Sicredi União é levar o programa para todos os municípios onde atua.

Mais resultados positivos

A União Faz a Vida nasceu em 1995 e foi introduzido na área de atuação da Sicredi União PR/SP (Norte e Noroeste do Paraná; Leste e Centro-Leste Paulista) há 10 anos.

Várias cidades onde o programa é desenvolvido tiveram progresso no Ideb de 2015 para 2017. No Paraná, alguns exemplos são Pitangueiras passou de 7.1 para 7.8; Florai  avançou de 7.0  para 7.7, ficando em 1° lugar entre os municípios da AMUSEP – Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense -  e o 5° lugar no Paraná; Terra Boa subiu de 6,4 para 7,2;  São Jorge do Ivaí passou de 6,3 para 6,8;  Ourizona saltou de 5,1 para 6,8; e no Estado de São Paulo, as cidades de Mococa, que passou de 6,2 para 6,3; e São José do Rio Pardo, que subiu de 6,3 para 6,7.

“Os municípios e muitas dessas escolas se empenham e valorizam a educação e temos certeza que o programa A União Faz a Vida contribuiu para que atingissem resultados melhores”, comentou Machado. 

Próximas atividades na Escola Carlos Zewe Coimbra

Duas atividades desenvolvidas pela Sicredi União PR/SP estão marcadas para as próxima semanas na Escola Municipal Carlos Zewe Coimbra: a apresentação da peça teatral Caravana Kids, que visa à educação financeira, no dia 26 de outubro; e a Culminância, evento que marca a apresentação dos trabalhos realizados pelos alunos ao longo do ano dentro do programa A União Faz a Vida, marcado para dia 8 de dezembro.

Na peça teatral, dois palhaços, Adalberto Pé de Chinelo e Cajuíno Castanho,  sonham em montar um circo, porém não possuem capital para isso e entre várias aventuras ensinam as crianças a pouparem. O recado é passado de forma educativa e bastante divertida. A apresentação será às 14 horas. Já a culminância, no dia 8 de dezembro, será a partir das 10 horas.

 

 

Cliente: Sicredi União PR/SP

voltar